quinta-feira, 7 de junho de 2012

Eu não estou fora de mim, eu acredito com tanta força nos meus conceitos, eu não quero perde ou me perder de mim mesmo. Você vive achando que eu estou só ou a espera de encontra um amor, eu não vivo mais em função de achar que algo esta reservado e que serei feliz pra sempre. Aprendo que nada aqui dura pra sempre, e se for pra ser talvez um dia seja mesmo. Mas eu preciso me manter limpo e disposto a ser assim quem eu sou, eu tenho ganho tanta outras coisas, nem tudo se basei em coisas que me conforta, claro que preciso de tudo que todos nós precisamos. mas não é isso que me deixa triste, as pessoas veem no mundo um modo de ser feliz que eu não consigo acreditar.Eu vou encontra o que estiver no meu destino com o tempo, sem me desgastar, sem me deixar morrer nos copos sujos de cada boate ou esquina escura. Os corpos lindo de mentes vazias não me preenche, as línguas ácidas com sabor de veneno pro sóbrios não me anestesia. Sou do tipo que prefere a dor as claras do que o fingimento ou qualquer entorpecedor pra fingir não sentir. eu preciso saber e olhar pra tentar melhorar, arde é parte de construir o caminho percorrido.mas talvez eu canse e desista de insistir em ti salvar... então que fiquei dito em um auto e bom tom, " EU NÃO ESTOU MORRENDO PRA ME PERDER,SÓ ESTOU FAZENDO DO MEU JEITO ISSO VALER REALMENTE Á PENA".

Nenhum comentário:

Postar um comentário